segunda-feira, 11 de maio de 2009

associação salvaguarda do património faialense

A degradação de património faialense, como é o caso dos moinhos ou a igreja de S. Francisco, indigna, e com razão, muitos cidadãos. De facto deixar-se ao abandono património é um acto lamentável e, em determinadas situações, criminoso.
Muito se tem falado da igreja de S. Francisco e dos moinhos holandeses, mas infelizmente até ao momento não tem surgido grandes resultados. Tal ineficácia deve-se grandemente ao facto de os anseios e preocupações dos cidadãos não terem eco nos centros de decisão.
O associativismo é uma das formas mais eficazes de exercício de cidadania, uma vez que um grupo de cidadãos que se faça representar através de uma associação tem mais possibilidades de ser ouvido.
A existência de associações permite igualmente a candidatura a fundos comunitários, governamentais e camarários que permitam a defesa dos seus interesses e projectos.
Assim sendo, este post tem por objectivo dar o primeiro passo a uma iniciativa que tem vindo a ser adiada há demasiado tempo e que diz respeito à criação de uma associação, sem fins lucrativos ou politico-partidários, que vise a salvaguarda do património material e imaterial da ilha do Faial.
Pede-se a todos os visitantes que estejam disponíveis para integrar os corpos sociais da referida associação que manifestem a sua disponibilidade através do envio de um mail para lmjvalente@gmail.com.
Pede-se igualmente aos visitantes e bloguistas do HORTA XXI que divulguem este post por conhecidos e amigos que possam estar interessados em participar nesta iniciativa.

8 comentários:

Grifo disse...

Perguntas:
-De que forma funcionará essa associação

-Tem limites de idade?

miguel valente disse...

Ao Grifo,

- pretende-se que a associação seja uma organização sem fins lucrativos, independente de qualquer partido político, feita por cidadãos que tenham preocupações com o património material e imaterial da ilha do Faial, onde estão incluídos património construído, património natural, cantos, contos tradições, etc.
A mesma poderá gerir património que lhe seja entregue, candidatar-se a subsídios para recuperação de património, apresentar projectos e efectuar levantamentos do património existente.

- Por questões administrativas para pertencer aos corpos sociais é necessário ser maior de idade, mas para colaborar com a associação toda a gente é bem-vinda.

Grifo disse...

Já vou enviar o E-mail

K disse...

Preocupa-me mesmo é o estado dessa cidade quando iniciarem o saneamento básico.
Pode ser que sirva para arranjarem as ruas da Horta que são uma VERGONHA.

K

Grifo disse...

são nada... adoro aquelas ruas de calçada... mas também não concordo que os carros passem por elas por isso...

A ilha dentro de mim disse...

Respondendo a este vosso apelo, o blogue "A ilha dentro de mim" acabou de lançar um pedido de socorro. Bem hajam pela iniciativa!

Ser Azul disse...

Antes demais, parabéns pela iniciativa!
Embora não seja residente, estou disponível para colaborar e creio que posso ser útil dada minha formação em Arquitectura Paisagista e, posteriormente, especialização em Ordenamento do Território.
Assim, penso que ao nível do património de espaços público e jardins posso ser útil, embora esteja disponível para colaborar noutros domínios.
Acrescento que colaborei na elaboração do Plano da Paisagem Protegida do Monte da Guia, que se estende para a zona urbana adjacente.
O meu contacto é lbulcao@gmail.com.
Por último, gostaria de deixar uma sugestão.
A Associação de Antigos Alunos do Liceu da Horta tem tido um papel pró-activo em diferentes aspectos da sociedade faialense, pelo que penso que poderá ser positivo divulgar esta iniciativa junto deles.
Se considerarem que so útil, entrem em contacto, sff.
Cumprimentos,
Lara Bulcão

miguel valente disse...

Gostaria de agradecer a todos os participantes deste blog pelo apoio dado a esta iniciativa.
Gostaria igualmente de informar que o processo de formação da associação de salvaguarda está totalmente encaminhado e que em breve a mesma será oficialmente criada.
Todos os cidadãos que se mostraram disponíveis para colaborar com a mesma foram adicionados a uma mailing list pelo que quando houver mais novidades serão contactados. Para os não residentes poderão fazer parte do grupo de sócios fundadores, bem como da lista de colaboradores, mas a seu tempo serão contactados.
A todos muito obrigado.